Violência doméstica e familiar contra mulheres em números

Categoria: Cidadania, Subs Mulher | Publicado: sexta-feira, setembro 11, 2020 as 15:19 | Voltar

Em tempos de pandemia por COVID-19, estamos percebendo queda nos registros de ocorrência por crimes de violência doméstica em Mato Grosso do Sul. Comparando o período de janeiro a agosto/2020 com o mesmo período de 2019, a redução foi de aproximadamente 10%, em todo o Estado. ”Essa constatação preocupa a gestão das políticas públicas para mulheres, pois sabemos que com o distanciamento social, as mulheres estão permanecendo em casa, por mais tempo que o habitual, sobrecarregada com os afazeres domésticos e ao lado de seus agressores – e que os fatores de risco pela própria situação inovadora e inesperada podem agravar as violências que ocorrem no ambiente doméstico e familiar”, destaca a Subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja.

Equipe da DAM Dourados em atendimento.

Na segunda maior cidade do Estado, em Dourados, comparando o número de registros de boletins de ocorrência por violência doméstica na Delegacia de Atendimento à Mulher, de agosto/2020 e agosto/2019, a queda foi imperceptível, em torno de 3,5% – mas constatou-se o aumento dos autos de prisão em flagrante: apenas nos dez primeiros dias do mês de setembro/2020, foram 13 prisões em flagrante, comparando com 7 APFs em setembro/2019; ou seja, praticamente o dobro das prisões, o que corrobora o posicionamento de que a violência doméstica e familiar contra mulheres está aumentando em tempos de pandemia, apesar desse aumento não se refletir, no momento, nos números dos BOs.

A Delegada-titular da DAM Dourados, Paula Ribeiro, destaca que “as mulheres tem procurado acionar cada vez mais os telefones de emergência, seja acionando a Polícia Militar ou também a Guarda Municipal em Dourados, uma vez que a violência física tem estado cada vez mais presente nos relatos dessas mulheres que procuram pela proteção do Estado. Não se pode olvidar, também, que em virtude da realização de todas as atividades do Agosto Lilás, que alcançou milhares de mulheres, houve o aumento das prisões em flagrante, uma vez que as mulheres estão cada vez mais cientes de seus direitos, de toda a atenção que tem sido direcionada a elas e, principalmente, sabem que o enfrentamento à violência contra mulher é uma prioridade para a Segurança Pública de Mato Grosso do Sul”.

Considerando as possíveis dificuldades que mulheres em situação de violência possam estar enfrentamento nesse momento, especialmente porque estão distantes da família ou da rede de apoio, a Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para Mulheres lançou o site www.naosecale.ms.gov.br, com informações e orientações – “é um canal silencioso pelo qual podemos orientar mulheres que estejam sofrendo violência, seja pela leitura das informações contidas no site, seja por meio do atendimento online, que pode ser preenchido e enviado em silêncio e, uma vez recebido, será avaliado e encaminhado para as providências perante as autoridades competentes”, explica a subsecretária Luciana, lembrando que a Polícia Civil também recebe denúncias online, que podem inclusive ser anônimas, pelo site www.pc.ms.gov.br e que o aplicativo MS Digital possui os ícones Segurança e Mulher MS, que trazem orientações e atendimento online.

Serviço:
A Delegacia de Atendimento à Mulher de Dourados está localizada na Rua Francisco Feitosa Sobreira, nº 820, Vila Bela e informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3421-1177. Para unidades em outras cidades, indicamos consulta no aplicativo MS Digital, no ícone Segurança e no site www.naosecale.ms.gov.br, no link Rede de Atendimento – Delegacias da Mulher.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.