Subsecretaria recebe doação de máscaras para população indígena kadiwéu

Categoria: Cidadania, Subs Indígena | Publicado: sexta-feira, novembro 13, 2020 as 15:44 | Voltar

A Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para a População Indígena recebeu uma doação de mil e seiscentos equipamentos de proteção individual (EPIs), que deverão ser destinadas para artesãos indígenas da etnia kadiwéu. A doação foi feita pelo Instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural (IPEDI/UFGD).

“No início da pandemia nós iniciamos uma força tarefa que reúne várias organizações da sociedade civil, entre elas o IPEDI para desenvolver uma ação emergencial de atendimento as comunidades tradicionais do pantanal que nós desenvolvemos ações e projetos. As máscaras vieram por intermédio da Rede Asta, que é uma rede de artesanato que contrata costureiras que produzem essas máscaras que são doadas. Nós recebemos essas máscaras e estamos repassando entre os nossos projetos e parceiros. A Benilda é nossa parceira há algum tempo, nós desenvolvemos projetos na terra indígena Kadiwéu e também com as artesãs. E pensando nessa questão da visibilidade das artesãs do ir e vir na cidade, no contato com turistas e com o público em geral nós direcionamos essa doação de máscara para protegê-las e para que possam continuar comercializando os seus produtos”, explica a Profa. Dra. Denise Silva, presidente do de Pesquisa da Diversidade Intercultural (IPEDI/UFGD).

Para a Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para a População Indígena Benilda Vergílio, a doação vem se somar a gestos de solidariedade e ajuda que o Governo do Estado tem destinado para as comunidades indígenas do Estado.

“Só temos a agradecer ao IPEDI por integrar essa corrente de união na luta contra a pandemia da Covid-19. Essas máscaras, com certeza, vão ajudar na proteção da nossa população e garantir que apesar de todas as dificuldades enfrentadas nesse período, nossas artesãs e artesãos continuem comercializando seus produtos com todas as medidas de biossegurança”, destaca.

Em Mato Grosso do Sul, o uso de máscaras faciais de proteção passou a ser obrigatório em 22 de junho como forma de prevenção à Covid-19, e funcionam como uma barreira física contra o vírus e juntamente com a higienização das mãos e o uso de álcool em gel está entre as principais medidas de prevenção recomendadas pelos órgãos de saúde.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.