Subs Racial encerra campanha Julho das Pretas reforçando a importância das políticas públicas voltadas para as mulheres negras

Categoria: Cidadania, Subs Racial | Publicado: sexta-feira, julho 30, 2021 as 09:30 | Voltar

O Governo do Estado por meio da Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial, realizou na tarde de quinta-feira (30), live de encerramento da campanha Julho das Pretas. A ação teve como objetivo fazer um balanço das atividades realizadas durante todo o mês e debater a importância das políticas públicas voltadas para as mulheres negras nos recortes de gênero e saúde.

A transmissão foi realizada página oficial do Governo do Estado no Facebook e contou com a participação do Secretário-adjunto de Cidadania e Cultura, Eduardo Romero; técnica da Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial e mediadora do evento, Nilda da Silva Pereira; da técnica da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Miriam Pereira e de Mariana Moraes dos Anjos, representante do Coletivo de Mulheres Negras/MS “Raimunda Luzia de Brito”.

Em sua fala de abertura o Secretário-adjunto de Cidadania e Cultura Eduardo Romero, destacou que, “a Secretaria de Cidadania e Cultura, tem muito orgulho de trazer a pauta e essa discussão e de ter em seu grupo organizacional uma secretaria específica para falar das políticas da igualdade racial. Uma vez que as políticas públicas ela tem o papel de discutir a vida em sociedade e garantir que a sociedade possa ser respeitada tal como ela é. nós sabemos que ainda existem muitas barreiras, muitos preconceitos e muitas dificuldades para serem superadas e a políticas pública é o instrumento e o caminho para que a gente induza essas mudanças de comportamento e acima de tudo assegurar os direitos de todas as pessoas que vivem em sociedade. ”

A live debateu também o protagonismo de mulheres negras lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis (LBTs). “Racismo, sexismo, mercado de trabalho para LBTs, relações afetivas das mulheres negras, entre outras vivências precisam ser compartilhadas para ampliar os debates interseccionais do público LBT”, explica Miram Pereira.

A enfermeira Mariana do Anjos, falou sobre os agravos da saúde da mulher negra na pandemia e os poucos acessos que elas possuem para serviços básicos de saúde, além de pautar as dificuldades de crescimento no empreendedorismo por questões raciais. “Debater a saúde da mulher negra é muito importante nos dias de hoje, quando pensamos no momento de pandemia que estamos vivendo que tornou ainda mais agravante as desigualdades sociais, que refletem diretamente na mulher negra e especialmente naquela que é mãe solo”, reforça.

Finalizando a live o Secretário-adjunto apresentou o balanço das cestas de alimentos que foram entregues as comunidades quilombolas do estado, fruto de uma parceria do Governo do Estado, por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Fundação Cultural Palmares (FCP) e do Ministério da Cidadania do Governo Federal.

“Até o momento 16 comunidades remanescentes do quilombo receberam as cestas alimentares. Essa entrega faz parte da primeira etapa desta parceria que veio em momento oportuno, serão 1.400 famílias beneficiadas.”

Em razão do período de pandemia da COVID-19 as ações da campanha foram realizadas na modalidade on-line, reforçando as publicações em rede social, seminários e lives.

A live está disponível na página do facebook do Governo de Mato Grosso do Sul: @GovernodeMatoGrossodoSul

 

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.