Reunião pauta boas práticas de incentivo ao público LGBT em competições esportivas

Categoria: Cidadania, Subs LGBT | Publicado: segunda-feira, março 1, 2021 as 15:55 | Voltar

A bandeira da inclusão e diversidade está sendo levantada por diversas instituições e organizações no mundo todo. Dentro deste debate, está a comunidade LGBT+, que apesar de ter ganhado visibilidade, ainda enfrenta grandes desafios no mundo dos esportes.

E para quebrar tabus e romper barreiras com o objetivo de incentivar a participação em competições esportivas, a Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas LGBT+ em parceria com a Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), reuniu-se com organizadores e incentivadores de eventos esportivos com foco no público LGBT.

“Nossa proposta com essa reunião foi conhecermos as boas práticas e trocar experiências com os representantes que atuma nessa área em outros estados. Nós já vínhamos conversando com a Fundesporte com o propósito de ampliarmos as competições da Fundação para o público LGBT”, explica o Subsecretário de Estado de Políticas Públicas LGBT+, Leonardo Bastos.

A reunião foi online e contou com a participação do gerente da Unidade Pedagógica e de Formação (UPF) da Fundesporte, Domingos Sávio da Costa, da atleta e arbitra Mikaella Lima Lopes, do presidente do Magia Sport Club, de Porto Alegre e membro da LIGAY Nacional de Futebol, Carlos Renan dos Santos Evaldt e do atleta e um dos fundadores do Piranhas Team no Rio de Janeiro, Halisson Paes.

Halisson destacou que, “para incentivar e buscar atletas promove oficinas em eventos importantes com destaque para o público LGBT”, e falou ainda sobre o projeto Piranhas Team que além de ensinar autodefesa em situações de perigo, busca trazer diversidade para as artes marciais, enxergando na luta um espaço para a segurança, para o acolhimento e para a defesa contra o ódio.

Na ocasião Carlos Renan dos Santos Evaldt, falou sobre as modalidades esportivas que o clube oferece, como faz para incentivar a participação e da mobilização junto a prefeitura, governo e universidades para apoiar as pessoas LGBT na pratica esportiva.

O gerente da Unidade Pedagógica e de Formação da Fundesporte, Domingos Sávio da Costa, reforçou o empenho do Governo do Estado para atender as demandas da Subsecretaria e incluir os atletas nas modalidades de jogos já pré-existentes na Fundesporte.

Finalizando a reunião o Subsecretário Leonardo, diante da explicação da atleta e arbitra Mikaella, que falou sobre a realização das competições de vôlei no Estado, responsabilizou-se por fazer o mapeamento do times e atletas LGBTs e a partir de então estimular que eles possam participar e estar inseridos nos campeonatos e atividades que a Fundesporte realiza.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.