Reunião debate sessões adaptadas para autistas nos cinemas do MS

Categoria: Cidadania, Subs Pessoa com Deficiência | Publicado: quinta-feira, fevereiro 3, 2022 as 18:00 | Voltar

Desde que foi sancionada em junho de 2021, a Lei nº 5.677, obriga os cinemas do Mato Grosso do Sul a realizar uma sessão mensal adaptada às pessoas com Transtorno do Espectro Autista ou outras deficiências que acarretem hipersensibilidade sensorial em geral e aos seus familiares.

O cumprimento dessa legislação foi pauta nesta quinta-feira (03), de reunião envolvendo a Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para as Pessoas com Deficiência, Defensoria Pública; a Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos de Campo Grande, o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e entidades ligadas a essa parcela da população.

“Esse debate é de extrema importância e hoje é a nossa segunda reunião, precisamos fazer com que as pessoas entendam que a legislação é uma garantia de direito e que precisa ser cumprida, e nós da esfera estadual, municipal e sociedade civil estamos unidos para que esse direito prevaleça”, ressaltou a Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para as Pessoas com Deficiência, Telma Nantes de Matos.

Já o Defensor Público e Mateus Augusto Sutana e Silva, Coordenador do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos (NUDEDH) da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul, destacou que “é muito importante como a Telma falou essa união de forças para o cumprimento da legislação, uma vez que ela representa a cidadania, e a Defensoria mais uma vez vai atuar para que de fato tenhamos as respostas que tanto almejamos”, finaliza.

Participaram também da reunião Claudiane Anjos, representante da Associação de Pais e Amigos do Autista (AMA) de Campo Grande; Márcio Ximenes Ramos, presidente do Instituto Sul-mato-grossense para Cegos (ISMAC); Amadeu Borges, Subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos de Campo Grande (SDHU) Laura de Castro, assessora jurídica da SDHU; Carmen Eugenio, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) e Alexandre Rodrigues Pinheiro representando o secretário-adjunto de Cidadania e Cultura, Eduardo Romero.

 

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.