Pavimentação vai facilitar escoamento da produção agrícola e fortalecer turismo de Furnas do Dionísio

Categoria: Cidadania, Subs Racial | Publicado: terça-feira, fevereiro 22, 2022 as 17:12 | Voltar

Famílias quilombolas vão poder contar com uma rodovia asfaltada para se deslocar e escoar a produção agrícola. A rodovia MS-010 receberá asfalto da área urbana de Rochedinho até o final do Quilombo Furnas do Dionísio, em um trecho de 11,48 quilômetros. Antes, o acesso era feito por meio de estrada de terra.

"O asfalto vai facilitar muito porque Furnas do Dionísio hoje está sendo um polo turístico e nem todo mundo quer colocar o carro na terra. Melhora também o transporte escolar, o acesso aos serviços de saúde para quem tem que ir a Campo Grande e o escoamento da produção", conta a professora Leila Aparecida da Silva, de 46 anos. Ela é coordenadora pedagógica da Escola Estadual Zumbi dos Palmares, que fica na comunidade quilombola e tem 115 alunos. 

A ordem de serviço foi assinada nesta terça-feira (22) pelo governador Reinaldo Azambuja, que destacou o investimento de mais de R$ 46,7 milhões em Jaraguari, nesses últimos sete anos. 

"Alguns sonhos, sonhados juntos, foram concretizados como a ligação Jaraguari Velho - Jaraguari Novo, o Núcleo Industrial e a MS-010, um investimento de R$ 19,7 milhões, que atende muitos pedidos que eu recebi de turistas e do pessoal que faz bicicross", disse Reinaldo Azambuja.

A região beneficiada é rica na produção de leite, queijo, paçoca e outras iguarias, além de contar com belezas naturais. O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, destacou que a rodovia irá atender esses produtores e impulsionar o turismo. “Pedimos que a obra tenha qualidade e seja rápida e, se tivermos oportunidade, vamos fazer chegar a Bonfim”, declarou.

Subsecretária Ana José e o Governador Reinaldo Azambuja

Segundo o prefeito Edson Rodrigues Nogueira, o asfalto é uma necessidade de quatro décadas. "O senhor [governador Reinaldo Azambuja] está realizando um sonho de Jaraguari de 40 anos e que vai trazer desenvolvimento para a comunidade e para o nosso município".

O quilombo foi fundado em 1890 e teve a primeira casa construída por Dionísio Antônio Vieira e pela família dele, vindos de Minas Gerais. A moradia foi feita de pau a pique, sapê e argila. Tataraneto de Dionísio, Osvair Barbosa da Silva lembrou da história de luta e reafirmou que a obra é a realização de um desejo antigo da comunidade. "É um sonho concretizado", resumiu.

O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, também destacou a importância do empreendimento. “É um dia histórico. Essa estrada vai fomentar o turismo”.

Também participaram do ato de assinatura da autorização da obra os deputados estaduais Mara Caseiro, Evander Vendramini, Professor Rinaldo e Jamilson Name, e a defensora pública-geral, Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira, a Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Ana José Alves, o Secretário de Estado de Cidadania e Cultura, João César Mattogrosso, entre outras autoridades.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.