Novembro Negro: Um mês dedicado à questão racial

Campo Grande (MS) - O Dia Nacional da Consciência Negra é comemorado em todo o país no dia 20 de novembro, em homenagem à data de morte de Zumbi dos Palmares, um escravo que se tornou líder do Quilombo dos Palmares/PE e simbolizou a luta do povo negro contra a escravidão.

A data foi instituída pela lei federal nº 12.519/2011 e tem como objetivo provocar uma reflexão sobre a importância da cultura africana na formação da identidade cultural brasileira.

Em Mato Grosso do Sul, de acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase metade da população se autodeclarou preta (4,90%) ou parda (43,59%), demandando políticas públicas específicas para a promoção da igualdade racial.

E as comemorações não se limitam a um único dia. A programação do mês é extensa e iniciou em 1º de novembro. A Subsecretaria de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial, órgão governamental estadual responsável pela formulação, coordenação, fiscalização e execução da política de defesa dos direitos dos grupos étnico-raciais, participa dessas atividades como parceira-incentivadora e também promovendo eventos visando discutir os avanços e desafios das políticas de igualdade racial.

A secretária especial de Cidadania do Estado de Mato Grosso do Sul, Luciana Azambuja, ressalta que “devemos falar sobre igualdade racial durante o ano todo, para incluir efetivamente o povo negro nas políticas públicas e construir uma agenda permanente de enfrentamento ao racismo; nesse sentido, temos atuado firmemente pela valorização e respeito à população negra no nosso Estado”.

Nos dias 7 e 8 de novembro, a Subsecretaria realizará o Seminário “Desafios da Política de Promoção da Igualdade Racial em Mato Grosso do Sul” e, de acordo com a subsecretária Ana José Alves, “serão dois dias de intensa programação, com palestras, rodas de conversa e interação entre os participantes. Esperamos ampliar o diálogo entre os órgãos envolvidos na promoção das políticas públicas para a população negra aqui no Estado”, conclui.

No dia 24 de novembro, haverá atividades nos Quilombos de Furnas da Boa Sorte, no município de Corguinho e Furnas do Dionísio, no município de Jaraguari. “Prestigiar a comunidade, participando das ações que serão feitas no local, é respeitar o lugar de fala e conhecer mais da vivência daquela população”, finaliza a subsecretária Ana José.

 

DÉCADA DOS AFRODESCENDENTES

Em 2015, a ONU iniciou a década internacional dos afrodescendentes. A meta é que até 2024 sejam promovidos respeito e proteção aos direitos humanos e liberdades fundamentais da população negra. O tema escolhido foi “reconhecimento, justiça e desenvolvimento”.

Mais informações acesse: www.secic.ms.gov.br ou através do telefone (67) 3316-9164.

Acesse o link para conferir a agenda das ações do Mês da Consciência Negra.

 

 

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.