MULHERES EM DEBATE

Números recentes mostram que o sonho de ter o próprio negócio faz parte das aspirações de pelo menos 73% das mulheres brasileiras, porém, nem todas sabem como colocar em prática suas habilidades.

Por isso, nessa edição de dezembro, o Programa “Mulheres em Debate” trouxe como tema central o empreendedorismo feminino, com o objetivo de mostrar as ações realizadas em Mato Grosso do Sul e que permitem que o público feminino garanta sua autonomia econômica.

O bate-papo contou com a presença da diretora-técnica do Sebrae/MS, Maristela França, que abordou as ações da entidade em 2020; e a Fabiana Carvalima, coordenadora do Núcleo de Autonomia Econômica e Comunicação da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, trazendo temas como o Projeto Recomeçar.

PROGRAMA 20 

 

O Programa “Mulheres em Debate” traz como destaque dois temas que ainda geram dúvidas nas mulheres: a violência psicológica e sexual. Apesar da Lei Maria da Penha caracterizar a violência psicológica como conduta criminosa, as vítimas ainda tem dificuldade de expor seus casos e realizar a denúncia junto aos órgãos competentes.

A jornalista Lívia Machado esclareceu diversos aspectos do tema com a psicóloga Melania Pandolfi Araújo, coordenadora do Núcleo de Enfrentamento à Violência da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres de MS; e com a Defensora Pública, Thaís Dominato, coordenadora do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher, da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul.

PROGRAMA 19

 

A edição 18º do Mulheres em Debate levou ao público discussões sobre as mulheres que ocupam posições de chefia e liderança. Representando a maioria da população, elas ainda ocupam a menor parcela dos cargos de destaque no país.
Para falar sobre os desafios e conquistas do gênero feminino no ambiente corporativo - seja público ou privado -, convidamos a procuradora Geral do Estado, Fabíola Marquetti, e a delegada de Polícia e diretora do DRACCO, Ana Claudia Medina.
O bate-papo revelou a jornada profissional das duas servidoras pioneiras em cargos de relevância em suas áreas de atuação. Conforme as entrevistadas, as novas gerações já estão sendo preparadas para garantir mais igualdade no ambiente de trabalho.

PROGRAMA 18

 

Um problema antigo e que tem se agravado com a pandemia da Covid-19: a violência doméstica contra a criança e o adolescente. Dados da ONG World Vision revelam que só no Brasil as denúncias podem aumentar mais de 18%.  Outro fator que pode agravar ainda mais a situação é que normalmente a vítima de violência conta na escola que está sofrendo abusos em casa, e as aulas estão suspensas.

Para debater sobre as formas de violência contra a criança e o adolescente, e identificar abusos no ambiente doméstico, o “Mulheres em Debate” de setembro contou com a participação da Paula Guitti Leite, advogada e Presidente da Comissão de Infância, Juventude e Adoção do IBDFAM/MS; e Doemia Ceni, assistente social da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de MS.

PROGRAMA 17

 

No mês em que celebramos os 14 anos de criação da Lei Maria da Penha, sancionada em 2007 que é considerada uma das legislações mais avançadas do mundo, o Programa Mulheres em Debate discute os resultados de orientações realizadas entre os estudantes.

Desde 2015, o Projeto Maria da Penha vai à Escola tem o objetivo de conscientizar alunos e comunidade sobre a violência doméstica para garantir a quebra do ciclo da violência contra a Mulher.

As discussões sobre o tema também fazem parte da programação do “Agosto Lilás” - campanha promovida em prol da disseminação de informações e criação de ações que garantam os direitos das mulheres. O bate-papo do programa foi com a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja e com a coordenadora de psicologia educacional da secretaria de Estado de Educação, Paola Nogueira Lopes.

PROGRAMA 16

 

Com base no baixo número de representantes nas esferas federal e local eleitas em cargos eletivos, a edição do mês de Julho, do Programa "Mulheres em Debate" aborda as leis vigentes para o incentivo às candidaturas femininas. O bate-papo sobre o tema foi com a desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), Elizabeth Anache, e a advogada, Lauana Bras Andrekowisk Volpe Camargo.

As convidadas também relataram suas experiências durante exercício de funções no Tribunal Regional Eleitoral. Entre os temas abordados estiveram a eficácia das cotas femininas nas eleições, destinação de verbas para campanhas e as polêmicas relacionadas às eleições nacionais de 2018. Além de relatarem de que forma o cenário atual pode contribuir com o estímulo das candidaturas de mulheres nos próximos pleitos.

PROGRAMA 15

 

 

O mês de junho é marcado pelo Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, lembrado no dia primeiro de junho. A data é alusiva ao assassinato de Ísis Caroline, em 2015, e foi marcado como o primeiro feminicídio em Mato Grosso do Sul.

A edição do programa, tem o objetivo de debater o trabalho da rede de enfrentamento da mulher em situação de violência para que novas mortes sejam evitadas. Entre as ferramentas para este fim está a importância da medida protetiva, como meio de distanciar a vítima do agressor.

O bate-papo conta com a participação da juíza de Direito, Helena Alice Coelho Machado, que também é coordenadora da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar , e a delegada titular da Delegacia de Atendimento a Mulher de Dourados, Paula Ribeiro.

PROGRAMA 14 

 

 

O programa Mulheres em Debate do mês de maio discute mais uma vez a violência doméstica - porém desta vez através de uma plataforma criada para que, com auxílio da tecnologia, todos os sul-mato-grossenses possam se informar a respeito do assunto e também fazer denúncias.

A convidada dessa edição é a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres do Governo do Estado, Luciana Azambuja. Ela explicou que em tempos de isolamento social, o convívio familiar tem colaborado com aumento nos índices da violência contra a mulher.

A ferramenta foi lançada recentemente no site www.naosecale.com.br. Luciana Azambuja explica que o site conta com conteúdos variados como vídeos, textos e podcasts, e também permite que os denunciantes narrem a situação vivida ou presenciada.

PROGRAMA 13

 

Nesse mês de março o programa Mulheres em Debate chegou a sua décima segunda edição. E para comemorar o Dia Internacional da Mulher, (08 de março), o programa abordou a projeção das mulheres no mercado profissional, principalmente ocupando cargos de chefia e liderança em corporações ditas masculinas.

As convidadas deste bate-papo são a tenente-coronel Tatiane Dias de Oliveira Inoue - Chefe da 7ª Seção do Estado Maior Geral da Corporação (Corpo Bombeiros MS), e a Delegada Fernanda Félix - Delegada Titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).

Entre os temas abordados estão os tabus ainda enfrentados pelas mulheres no dia-a-dia de trabalho, entre eles o preconceito e os avanços conquistados ao longo dos anos, além da luta no combate a violência de gênero.

PROGRAMA 12 

 


O Programa "Mulheres em Debate" criado para debater temas que afetam diretamente o público feminino, entra no mês de fevereiro com uma discussão atual e que tem gerado repercussões em todo o país, por se tratar de mais uma forma de violência de gênero, mas que é comum entre as gestantes e parturientes.

O bate-papo foi com a Defensora Pública Thais Dominato – coordenadora do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (NUDEM) da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, e com a Doula Tatiana Marinho.

PROGRAMA 11

 


Mulheres, Gênero e Política” é o tema de janeiro do Programa “Mulheres em Debate”. A ação lançada pela Secretaria Especial de Cidadania de Mato Grosso do Sul e a Ordem dos Advogados do Brasil no Estado (OAB/MS) visa incentivar a inserção do público feminino em discussões que envolvem as eleições e a formação de lideranças.

A Secretaria Especial de Cidadania promove encontros para conscientizar a importância da mulher no contexto das políticas públicas já pensando em possíveis pautas para as eleições municipais de 2020.

O programa que entra em sua décima edição conta com a participação da Secretária Especial de Cidadania de MS, Luciana Azambuja e da advogada, Alice Adolfa Zeni.

PROGRAMA 10

 


 

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, no dia 3 de dezembro. Pensando em conscientizar a população mundial, diversas ações são realizadas em todo mundo, em prol das famílias que necessitam do apoio do poder público e de instituições do terceiro setor.

O Programa Mulheres em Debate não deixou esta importante data passar em branco, e entrevistou Rosana Martinez, presidente da Associação Brasileira de Doenças Neuromusculares de Mato Grosso do Sul (Adone/MS) e Rosana Brandão, ativista da causa.

As convidadas da edição de dezembro do Programa são duas mães que lutam para proporcionar melhores condições de vida para os filhos com deficiência, e também ajudam outras famílias na mesma situação.

PROGRAMA 09

 


 

O mês de novembro é marcado pelo "Dia da Consciência Negra" celebrado em território nacional sempre no dia 20. A data faz referência a morte de Zumbi dos Palmares, que perdeu a vida lutando pela libertação da população negra, além de fundador de um dos quilombos mais famosos da história do País.

Para debater os avanços e os tabus da população negra na sociedade atual, Lívia Machado entrevistou na oitava edição do Programa "Mulheres em Debate", Vitória Catharina - professora e Miss Beleza Negra Campo Grande; e Miriram Pereira - técnica da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres.

O “Mulheres em Debate” é exibido pela TV Assembleia, no canal 9 da Net, com uma edição especial por mês, sendo que cada programa trata de um assunto diferente. O Programa vai ao ar as segundas-feiras, às 15h, quartas-feiras às 13 horas, sexta-feiras às 17h30 e aos domingos às 10 horas.

PROGRAMA 08

 


 

O Dia Internacional das Mulheres Rurais é celebrado dia 15 de outubro. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), no ano de 1995, com a proposta de elevar a consciência mundial sobre o papel da mulher do campo. Dados recentes do Governo Federal revelaram que no Brasil existem cerca de 14 milhões de mulheres que se sustentam graças ao trabalho no setor agropecuário. Os números são do Ministério Direitos Humanos.

Pensando nisso, a edição de outubro do Programa Mulheres em Debate,  vai trazer as iniciativas do Governo do Estado, por meio da Subsecretaria de Cidadania, para levar informações e desenvolver a ações para esse público - especialmente as mulheres da agricultura familiar e quilombolas.

Os debates também lembram de mais uma data importante para o mês: o Outubro Rosa e a prevenção do câncer de mama. A sétima edição do programa conta com a participação da subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Giovana Corrêa, e a Subsecretária de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Ana José Alves.

PROGRAMA 07

 


 

O programa “Mulheres em Debate” do mês de setembro debate a importância da inclusão social e acessibilidade para dois públicos específicos. Em homenagem ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21 de setembro) e o Dia Internacional do Idoso (27 de setembro), a edição deste mês convidou Maria Neide Araújo Silva, Conselheira Municipal do Idoso, e Sarah Santos, jornalista e produtora de conteúdos específicos para pessoas com deficiência.

PROGRAMA 06

 


 

Realizada desde 2016 em comemoração aos 10 anos da Lei Maria da Penha, a campanha “Agosto Lilás” entrou no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul como a maior campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher e atualmente são muitas as ações de mobilização executadas em vários municípios do interior do Estado. Nesse ano de 2019, a pauta são os 13 anos da Lei Maria da Penha, os avanços e conquistas na defesa e proteção das mulheres.
O objetivo é sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha (Lei federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006), por meio de palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários abordando os tipos de violência especificados na lei e como promover o enfrentamento à violência contra a mulher.
A campanha Agosto Lilás é tema da 5ª edição do programa Mulheres em Debate, produzido em parceria com a Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul.

PROGRAMA 05

 


 

Nesta edição vamos falar sobre a evolução das leis e a conquista de direitos pelas mulheres ao longo das décadas. O bate-papo contou com a participação das advogadas Líbera Copetti, presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família de Mato Grosso do Sul (IBDFAM), e Eclair Nantes, secretária-geral adjunta da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS).

PROGRAMA 04

 


 

Programa produzido em parceria com a Assembleia Legislativa que trata de questões sociais que colocam vidas femininas em risco, abordando as formas de violência e os mecanismos de denúncia. Nesta edição tivemos a participação de duas sobreviventes de violência doméstica, Bruna Oliveira e Maria Thereza Trad.

PROGRAMA 03

 


 

A 2ª edição do Programa “Mulheres em Debate” traz a discussão sobre Empoderamento Feminino. Contou com a participação da subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres do Governo do Estado, Giovana Vargas Correa, e da subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres do Município de Campo Grande, Carla Stephanini.
O bate-papo abordou as ações voltadas ao tema nas Escolas Públicas de Mato Grosso do Sul, por meio do projeto “Empoderando Meninas”; as políticas voltadas à independência financeira das mulheres do campo e da cidade, além das ações desenvolvidas por meio de parcerias governamentais com outras instituições e associações, também com foco no empoderamento e combate à violência.

PROGRAMA 02

 


A Subsecretaria Especial de Cidadania firmou acordo com a Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul para a veiculação de programas televisivos voltado à discussão de temas de interesse das mulheres, como segurança, educação, saúde, estilo de vida, mercado de trabalho, entre outros.

A primeira edição do Mulheres em Debate teve a participação da Subsecretária Especial de Cidadania, Luciana Azambuja e da juíza Jacqueline Machado, coordenadora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar de Mato Grosso do Sul.

PROGRAMA 01

 

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.