JULHO DAS PRETAS “A Vida de Meninas e Mulheres Negras Importam”

Categoria: Cidadania, Subs Racial | Publicado: quarta-feira, julho 1, 2020 as 15:11 | Voltar

Campo Grande (MS) - O Julho das Pretas é uma estratégia para a ampliação e efetivação dos direitos, coloca em evidência o debate estrutural de gênero, raça/etnia e classe e ecoa as vozes das mulheres negras em todo o Brasil. Foi instituído a partir de uma agenda conjunta com o movimento de mulheres negras internacionalmente.

O dia 25 de julho se estabelece como Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americano e Caribenha, durante o I Encontro de Mulheres Afro Latino-Americanas e Afro-caribenhas, que aconteceu em Santo Domingo, na República Dominicana em 1992, com a participação de setenta países, do qual transcorreram-se duas decisões: 1° A criação da Rede de Mulheres Afro latino-americanas e Afro-caribenha; 2° Definição do 25 de julho como Dia da Mulher Negra latino-americana e Caribenha.

No Brasil a Lei nº 12.987, de 02 de julho de 2014, instituiu o dia 25 de julho como Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. Tereza de Benguela foi uma importante líder quilombola, após a morte de seu companheiro José Piolho, tornou-se a rainha do quilombo de Quariterê, onde habitavam negros e indígenas, localizado no Vale do Guaporé (MT), entre 1750 e 1770.

No âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, o Dia Estadual das Mulheres Negras foi instituído pela lei nº 5.254, de 17 de setembro de 2018.

A Subsecretaria de Políticas Públicas para Igualdade Racial (SubsRacial), objetivando desenvolver ações com ênfase nas Mulheres Negras, de fortalecimento das Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial e de enfrentamento ao racismo, instituiu em 2019 a Campanha Julho das Pretas.

Na segunda edição da campanha Julho das Pretas realizada pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para Igualdade Racial terá como tema “A Vida de Meninas e Mulheres Negras Importam”.

“Devido a pandemia do novo coronavírus nossas ações serão realizadas todas de forma online, pois a campanha  Julho das Pretas reafirma a importância da luta antirracista e antissexista na garantia dos direitos e do protagonismo das mulheres negras sul-mato-grossenses contra o racismo e a violência, pelo bem viver da população negra”, explica a Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Ana José Alves.

 

 

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.