Impacto da pandemia na vida dos idosos foi tema de live

Categoria: Cidadania, Subs Idosos, Cidadania, Subs Mulher | Publicado: quarta-feira, setembro 30, 2020 as 09:24 | Voltar

Instituída há 5 anos por meio da Lei Estadual nº 4.796, a Semana Estadual do Idoso celebrada anualmente, de 25 de setembro a 1º de outubro (Dia Internacional do Idoso), está sendo comemorada de forma diferente neste ano devido a pandemia do novo coronavírus. E para debater os impactos que o isolamento social pode ter nos idosos sul-mato-grossenses, o Governo do Estado, realizou na terça-feira (29.09), live com o tema “Como amenizar os efeitos da pandemia nas pessoas idosas? ”

A transmissão on-line contou com a mediação da Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, representando a SEGOV; do deputado estadual Renato Câmara, presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa; da secretária-adjunta de Saúde Dra Crhistine Maymone e do diretor-presidente da FUNDESPORTE, Marcelo Miranda.

Subsecretária Luciana Azambuja

“A pandemia impôs um confinamento bem rigoroso aos idosos, já que a faixa etária após os 60 anos é classificada como grupo de risco para a covid-19. Debater como o Governo do Estado pode ajudá-los foi a proposta da nossa live. Nosso tempo pede que haja solidariedade entre gerações. Isso envolve cuidado, contato e afeto. Temos visto diversas manifestações nesse sentido, em que vizinhos se disponibilizam para fazer compras para quem necessita, além de auxiliar em demais tarefas diárias. Debater a saúde, o esporte e o lazer para essa população mais vulnerável é proporcionar um novo normal com dignidade”, explica a Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, ressaltou.

Deputado Estadual Renato Câmara

Na ocasião o deputado estadual Renato Câmara, presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa; destacou o momento que estamos vivendo e lembrou sobre a atuação da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. “A Frente Parlamentar é um espaço na Assembleia Legislativa inovador, porque não é composta somente por deputados, mas também pelas instituições que trabalham e que tem militado dentro desse tema que é o direito das pessoas idosas. Além do Governo do Estado mais de 40 entidades somam conosco. Toda a política pública para ela de fato chegar até a ponta ela precisa ser construída de forma democrática, com participação da população e é isso que estamos buscando que é melhor a qualidade de vida da pessoa idosa. ”

Secretária-adjunta da SES Crhistine Maymone

Mato Grosso do Sul tem aproximadamente 412 mil pessoas idosas cerca de 15% da população, de acordo com o conforme o IBGE. E a pandemia de certa forma afetou a liberdade, a mobilidade dos idosos. “Eu acho muito importante trabalharmos com algumas dimensões quando falamos sobre a pessoa idosa. Então a dimensão das atribuições, ou seja, de como eu idoso tenho que me portar, de como a saúde pública tem que se portar nesse momento da pandemia e como os contatos familiares tem que ser portar. A primeira parte de tudo isso é o que a gente tem discutido muito é a mudança do paradigma do que é ser idoso. Nós temos hoje mais de 400 mil pessoas com mais de 60 anos em MS. Ser idoso é muito mais que ter acima de 60 anos. Você tem que lembrar que você tem certas autonomias diárias. Então apesar de toda a autonomia a pessoa tem que tomar os cuidados referentes às suas especificidades, não deixando de ir ao médico, tomando todos os cuidados para se preservar quanto ao contágio do COVID, explicou a secretária-adjunta de Saúde Dra Crhistine Maymone.

A secretária-adjunta destacou ainda a parceria firmada com a UEMS, com o curso de Enfermagem, que articulou a realização de visitas em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), nos municípios do Estado.  “Nossa preocupação desde o começo em primeiro lugar era levar as regras de biossegurança para permeância dos idosos nesses lares de forma segura. Distribuímos aventais, álcool em gel, álcool líquido, máscaras, óculos de proteção e fizemos 500 testes rápidos e também os testes RT-PCR que foram necessários para o isolamento desses idosos.  Além de informações sobre educação em saúde, webnários trabalhando com essa equipe que são os cuidadores dos idosos.”

Diretor da FUNDESPORTE Marcelo Miranda

A Semana Estadual do Idoso tem como um de seus objetivos estimular as atividades físicas e mentais nas pessoas da melhor idade; e com a chegada da pandemia, com os parques e centros de convivência fechados, além do isolamento muitos idosos sentiram-se perdidos. “Nós sempre tivemos a preocupação com o sedentarismo da nossa população, especialmente nossos idosos. É um dever do Estado proporcionar condições para a prática de atividades por todos. E em função da pandemia acreditamos que o sedentarismo tende a aumentar, nós estamos criando estratégias nesse novo normal para que as pessoas façam atividades físicas. Estamos trabalhando com os protocolos de biossegurança para que a população possa retomar a prática de exercícios, além das nossas lives diárias”, reforçou o diretor-presidente da FUNDESPORTE, Marcelo Miranda.

Uma extensa agenda de atividades está sendo executada por diversos órgãos e instituições durante a semana, com destaque para a ação “Idoso em dia”, realizada pelo PROCON MS – que ocorrerá no dia 1º de outubro, em alusão ao Dia Internacional do Idoso, priorizando o atendimento a pessoas acima de 60 anos, para negociações e recuperação de crédito.

A live está disponível na página do facebook do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.