Governo do Estado realiza oficinas de qualificação profissional online voltadas para mulheres

Categoria: Cidadania, Subs Mulher | Publicado: sexta-feira, agosto 21, 2020 as 09:18 | Voltar

A Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM) vem inovando nas políticas de enfrentamento à violência contra a mulher. É o caso do programa “Recomeçar”, lançado recentemente como parte das ações da Campanha Agosto Lilás – que tem como objetivo possibilitar o recomeço da vida, com resgate da autoestima, qualificação profissional, inclusão no mercado de trabalho e geração de renda, contribuindo para a autonomia econômica e social da mulher, para que a mulher seja protagonista de sua própria história.

Em parceria com o Instituto Rede Mulher Empreendedora, o programa “Recomeçar” já capacitou mais de 330 mulheres neste mês de agosto, com a realização de 5 oficinas “Ela Pode”, totalmente gratuitas e on-line. As capacitações são ministradas pela coaching executiva de negócios, Caroline Reis, empreendedora e multiplicadora do programa “Ela Pode”, que destacou a importância de fortalecer as mulheres neste período de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus: “Fala-se tanto em reinvenção, em novo normal, mas como as pessoas vão se reinventar sem acesso ao conhecimento? Cursos de capacitação desse tipo são muito caros e inacessíveis para quem mais precisa deles. O Ela Pode é uma capacitação gratuita com conteúdo criado pelas maiores especialistas do Brasil. Tudo numa linguagem simples e de fácil compreensão, é uma oportunidade incrível para as mulheres que buscam autonomia financeira."

Caroline reforça ainda que os impactos das capacitações na vida das mulheres são muitos. “Temos inúmeros relatos de mulheres que começaram seus próprios negócios, que cresceram, formalizaram suas empresas ou conseguiram emprego após a capacitação. Temos também mulheres que foram alunas e se tornaram multiplicadoras do programa, porque realmente é um projeto apaixonante. Mas nosso papel é inspirar, porque a real transformação são elas que conquistam. O “Ela Pode” só ajuda a clarear o caminho”, finaliza.

Aparecida Ferreira de Macedo,

É o caso de Aparecida Ferreira de Macedo, 54 anos, artesã, que participou das oficinas. “Eu gostei porque não domino o mundo digital, e foi um aprendizado. Abre as portas para o sucesso empreendedor, trazendo conhecimento na rede social, também sobre liderança, quebra tabus e crenças, além de fazer amizades e contatos profissionais. Contudo, me sinto valorizada naquilo que eu faço."

Para a idealizadora do programa, a Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, esse é o primeiro passo para ajudar as mulheres a despertarem para novas oportunidades. “Quando pensamos o programa “Recomeçar”, tínhamos como foco as mulheres que de alguma forma poderiam ser vítimas de violência doméstica, mas com o decorrer das oficinas, atingimos mulheres de todos os segmentos, rurais, indígenas, quilombolas. E o retorno é muito gratificante, pois estamos oferecendo dicas efetivamente úteis para essas mulheres, abrindo perspectivas de novos horizontes, incentivando a criação de um novo negócio ou aprimorando o negócio já existente, mas sobretudo valorizando as suas capacidades e aptidões, para que elas saibam que são capazes de criar, de empreender, de serem independentes”, explica.

As oficinas abordam temas como: liderança, negociação, vendas, finanças, autoimagem, networking e ferramentas digitais. São gratuitas e o Instituto Rede Mulher Empreendedora oferece certificado. A próxima edição da oficina “Ela Pode” será no próximo sábado (22.08), faça a sua inscrição acessando aqui.

 

SERVIÇO:

Oficina on-line gratuita Ela Pode do Instituto RME em parceria com a SPPM

Multiplicadora: Caroline Reis

Dia: 22/08/2020

Horário: 09h às 11h

Inscrição pelo Link:  https://forms.gle/4zZhdEUjTjbKqrGf9

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.