Diálogos de Cidadania discute políticas púbicas LBT em evento online

Categoria: Cidadania, Subs Mulher | Publicado: sexta-feira, julho 31, 2020 as 14:30 | Voltar

Campo Grande (MS) – A quinta-feira (30.07) foi de aprendizado e compartilhamento de informações durante a realização do Diálogos de Cidadania, com o tema “Direitos e Políticas Públicas para Mulheres LBT”. O evento foi realizado por meio de plataforma online e transmitido no facebook da Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM).

A proposta do evento foi fortalecer o debate sobre as políticas públicas já existentes para mulheres lésbicas, bissexuais e transexuais, conhecer as demandas do segmento e discutir as violências que atingem essa parcela da população.

Na abertura, a Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, destacou a importância de se falar sobre o assunto. “Nós precisamos ter a pauta da violência e da violação de direitos praticadas contra as mulheres LBTs inserida nas nossas ações; lamentavelmente, nós temos altos índices de violência contra essas mulheres, apesar de não termos estatísticas oficiais disso no Estado. E conversar com vocês que são representantes de movimentos, da sociedade civil, é ainda mais importante do que somente fazer o recorte, é o canal que nós temos para a elaboração das políticas públicas, que são elaboradas por esta pasta com as demandas que vem do segmento e da sociedade, de quem realmente precisa que a gente pense as estratégias que vão resultar em ações e em programas que iremos oferecer para vocês”, ressaltou.

Na ocasião, Ariel Dorneles, pesquisadora da área de gênero e sexualidade com recorte para a população trans, reforçou a importância do respeito aos direitos já conquistados. “Pensar em políticas públicas para pessoas trans não é fácil, porque infelizmente existem muitas barreiras e muitas delas de cunho moral que tentam se sobressair sobre os direitos civis. Por isso zelar por essas pessoas, pela garantia desses direitos faz parte das políticas públicas”.

Participante também do evento, a Coordenadora Estadual do Aliança LGBTI em Mato Grosso do Sul, Karla Waleska, destacou em sua fala que “é muito importante essa temática dentro da Subsecretaria, uma vez que a Luciana entende que juntas vamos construir um espaço onde a gente entende melhor o que é a realidade das mulheres LBTs; é preciso esse diálogo constante do Governo do Estado com os movimentos”.

Finalizando o ciclo de palestras, Agnes Viana, que é membro do Coletivo RUA, destacou a dificuldade de compreensão sobre o assunto bissexualidade. “Existem estudos na psiquiatria internacional que associam a bissexualidade como sintomas para identificar distúrbios mentais, o que é uma loucura, ou seja existe uma patologização da nossa sanidade mental por conta da orientação sexual”.

Mediadora do evento, a técnica da Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Miriam Pereira, ressaltou a qualidade das debatedoras que representam a militância, a acadêmica e os movimentos sociais. “Isso é fundamental porque além de um debate formal é preciso mobilização LBT, para assim aperfeiçoarmos as políticas públicas enquanto Governo do Estado”.

O vídeo da roda de conversa está disponível no endereço facebook.com/SubsMulheres/. Para maiores informações, favor entrar em contato pelo e-mail: mulheres@segov.ms.gov.br

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.