Diálogos de Cidadania chega a sua 10ª edição debatendo a prevenção ao abuso sexual infantil

Categoria: Cidadania | Publicado: quarta-feira, dezembro 18, 2019 as 18:37 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Secretaria Especial de Cidadania (SECID) realizou nesta quarta-feira (18.12) a última edição do ano do Diálogos de Cidadania, que abordou o tema “Prevenção ao Abuso Sexual Infantil”.

O projeto Diálogos de Cidadania foi criado com o objetivo de realizar encontros mensais para a discussão de direitos civis, políticos e sociais, no contexto das políticas públicas representadas pela Secretaria.

“Ao longo do ano buscamos discutir diversos temas entre eles, igualdade de gênero, raça e etnia, assuntos que integram a construção das ações da Secretaria Especial de Cidadania. Trabalhando as pautas de forma integral e transversal”, explica a Secretária Especial de Cidadania, Luciana Azambuja.

O encontro de hoje reuniu servidores da SECID e sociedade civil. A palestra foi ministrada pela psicóloga, fundadora e coordenadora do Projeto Nova, Viviane Vaz. Que iniciou falando sobre as formas de violência que a criança ou adolescente pode sofrer e sobre o papel de cada um no enfrentamento a violência. “Prevenir o abuso é dever do estado, da família e de toda a sociedade. Precisamos estar preparados para identificar a suspeita de algum caso de abuso contra crianças e adolescentes. Enfim, precisamos proteger nossas crianças que são preciosas”.

Segundo dados da Policia Civil no ano de 2018, dos 81% dos casos de estupro registrados contra menores de 18 anos no Estado, 43% foram com crianças de 0 a 11 anos e 38% com adolescentes entre 12 e 17 anos.

“No início do mês de dezembro o Governador Reinaldo Azambuja lançou a campanha MS Unido Paz nas Famílias, com o objetivo de unir povos e religiões no combate a todos os tipos de violência que atingem crianças, adolescentes, mulheres, idosos e pessoas com deficiência. A Viviane Vaz é nossa parceira nas capacitações no que abrange violência contra crianças e adolescentes. Precisamos falar sobre o assunto e levar informações sobre os canais de denúncia, mostrando que há justiça e que os crimes não ficarão impunes”, ressalta Luciana Azambuja.

Na sequência de sua fala a psicóloga ressaltou a importância de promovermos a cidadania para mudar essa triste realidade que assombra nossas crianças. “Devemos ensinar as crianças a conhecerem seu corpo, a saberem se alguém está falando com um pouquinho mais de intimidade do que deveria, pois infelizmente na maioria dos casos o abusador é uma pessoa próxima, é o primo, o irmão, o tio, o avô, o cadastro, o pai ou o vizinho. Necessitamos de estar próximos das nossas crianças, o amor é a maior forma de proteção”, conclui.

Ao longo das 10 edições o Diálogos de Cidadania atingiu diretamente o público de 458 pessoas. Sugestões de temas podem ser enviados para o e-mail: cidadania@segov.ms.gov.br.

Também estiveram presentes no evento a Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Giovana Corrêa, o Subsecretário Estadual de Políticas Públicas para Juventude, Ian Leal, a Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, Ana José Alves e a Secretária Especial Adjunta de Cidadania, Maria Thereza Trad.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.