Comunidades Quilombolas

Entre os povos e comunidades tradicionais do Brasil estão os Quilombolas, Ciganos, Povos de Terreiro, entre outros.

As comunidades remanescentes de quilombo integram os grupos étnico-raciais que constituem os Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana. Conforme especifica o Decreto n. º 4.887/2003, consideram-se remanescentes das comunidades dos quilombos grupos étnico-raciais, segundo critérios de auto atribuição, com trajetória histórica própria, dotados de relações territoriais específicas, com presunção de ancestralidade negra relacionada com a resistência à opressão histórica sofrida.

O artigo 3º, inciso I, do Decreto 6.040/2007 define como Povos e Comunidades Tradicionais os "grupos culturalmente diferenciados e que se reconhecem como tais, que possuem formas próprias de organização social, que ocupam e usam território e recursos naturais como condição para sua reprodução cultural, social, religiosa, ancestral e econômica, utilizando conhecimentos, inovações e práticas gerados e transmitidos pela tradição".

Mato Grosso do Sul conta com 22 Comunidades Remanescentes do Quilombos, distribuídas em 15 municípios:

  1. Aquidauana: Furnas dos Baianos;
  2. Bonito: Águas do Miranda;
  3. Campo Grande: São João Batista, São Benedito / Tia Eva e Chácara do Buriti;
  4. Corguinho: Furnas da Boa Sorte;
  5. Corumbá: Família Ozório, Família Maria Theodora Gonçalves de Paula e Campos Correia;
  6. Dourados: Dezidério Felipe de Oliveira – Picadinha;
  7. Figueirão: Santa Tereza/Família Malaquias;
  8. Jaraguari: Furnas do Dionísio;
  9. Maracaju: Colônia de São Miguel;
  10. Nioaque: Família Cardoso, Famílias Araújo e Ribeiro, Família Romano Martins da Conceição e Família Bulhões;
  11. Pedro Gomes: Família Quintino;
  12. Rio Brilhante: Família Jarcem;
  13. Rio Negro: Ourolândia;
  14. Sonora: Família Bispo;
  15. Terenos: Dos Pretos.

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.