Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Categoria: Cidadania, Subs Mulher | Publicado: segunda-feira, maio 18, 2020 as 10:37 | Voltar

Campo Grande (MS) - Hoje, 18 de maio, é Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, uma data simbólica para campanhas de prevenção e enfrentamento à violência sexual e uma ação que merece a atenção de toda a sociedade.

“Assim como a nossa luta pelo fim da violência contra as mulheres, as violações de direitos de crianças e adolescentes devem ser combatidas por todos nós, é inaceitável o abuso sexual praticado contra crianças, contra adolescentes. E sabemos que as meninas são a maioria das vítimas, pois também há um componente cruel de gênero nesses crimes. É preciso prevenir, mas também é preciso denunciar. E as violências no âmbito doméstico e familiar tendem a aumentar nesse período de pandemia, precisamos ficar atentas também com nossas crianças, pois os abusadores são, via de regra, pessoas conhecidas”, afirma a Subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres de Mato Grosso do Sul, Luciana Azambuja.

A violência sexual pode ocorrer de diversas formas, entre elas: o abuso sexual e a exploração sexual. O abuso acontece quando a criança ou adolescente é usada para satisfação sexual de outra pessoa; a exploração sexual envolve uma relação de mercantilização, onde o sexo é fruto de uma troca, seja financeira, seja de favores ou presentes.

Observar sinais exteriores apresentados pelas crianças, como mudança de comportamento, alterações de hábitos, ou interesse por questões de sexualidade, são apenas alguns exemplos que podem indicar que a criança esteja passando por uma situação de abuso sexual e precisa de atendimento com profissional que possa fazer a correta avaliação e encaminhamentos necessários. Procure o Conselho Tutelar, CRAS ou CREAS da sua cidade.

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos administra o disque 100, onde denúncias podem ser feitas. O recém-lançado aplicativo Direitos Humanos BR, do governo federal, pode ser utilizado em celulares com sistema IOS ou Android e permite a denúncia online. Em Mato Grosso do Sul, a Delegacia Virtual da Polícia Civil também aceita denúncia online, que pode ser identificada ou anônima, pelo site www.pc.ms.gov.br e pelo aplicativo MS Digital, ícone Segurança, na aba Delegacia Virtual.

Acesse o livro “Meu corpo é meu amigo”, das autoras Débora Amaro e Viviane Vaz, pensado e planejado para prevenção de abusos a crianças a partir de 4 anos, considerando a importância de reconhecer que os sentidos são uma forma de proteção do nosso corpo, os quais a ensinam a perceber os ninais de alerta diante de potenciais riscos, oferecendo oportunidades de diálogos entre o adulto e a criança. Viviane Vaz é coordenadora do Projeto Nova, que atende crianças e adolescentes vítimas de violências sexuais em Campo Grande.

Origem da data – o dia 18 de maio lembra o crime cometido contra a menina Araceli Cabrera Sanches, sequestrada, violentada e morta em 1973, na cidade de Vitória/ES. A campanha tem como símbolo uma flor, que representa a fragilidade e a pureza das crianças.

Publicado por: Jaqueline Hahn Tente

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.